Bolsas da Europa operam em alta, em meio a dados da região e antes de Lagarde, do BCE

Os mercados acionários da Europa exibiam ganhos, em alguns casos contidos, com investidores avaliando dados da região, à espera do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da zona do euro. Além disso, haverá nesta quinta-feira (30) declarações de dirigentes do Banco Central Europeu (BCE), entre eles de sua presidente, Christine Lagarde, enquanto na China mais cedo houve sinal modesto da economia local.

Às 6h20 (de Brasília), o índice pan-europeu Stoxx 600 operava em alta de 0,12%, em 459,66 pontos, após chegar a oscilar no negativo em parte da manhã local.

Antes da abertura, foi informado que as vendas no varejo da Alemanha cresceram 1,1% em outubro ante setembro, acima da previsão de alta de 0,5% dos analistas ouvidos pela FactSet. Já na França, revisão final mostrou que o Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre caiu 0,1% ante o anterior, quando analistas esperavam alta de 0,1%.

Há expectativa maior pelo CPI da zona do euro preliminar de novembro, que será publicado às 7h, junto com a taxa de desemprego da região para outubro. Pode influir ainda a leitura do índice de preços de gastos com consumo (PCE, na sigla em inglês), dos EUA, que sai às 10h30. Já na Ásia, mais cedo o índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) da indústria da China recuou em novembro, frustrando previsão de alta, em quadro de retomada ainda modesta no país, o que não ajuda exportadoras europeias. Para o Commerzbank, os números oficiais do PMI chinês sugerem mais enfraquecimento adiante para o país.

Às 6h30, a Bolsa de Londres subia 0,18%, Frankfurt avançava 0,20%, Paris tinha alta de 0,16%, Milão ganhava 0,18% e Lisboa, 0,41%. No câmbio, o euro tinha baixa a US$ 1,0933 e a libra caía a US$ 1,2672.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes