BCE: Elderson vê bancos da zona do euro resilientes, em quadro distinto ao da crise financeira

O vice-presidente do conselho de Supervisão do Banco Central Europeu (BCE), Frank Elderson, afirmou nesta sexta-feira que, na sua avaliação, os bancos da zona do euro "estão resilientes". Durante painel em evento do BCE em Frankfurt, Alemanha, ele comentou que reguladores são pagos para se preocupar, mas ressaltou a diferença em relação ao período da crise financeira de 2008 e 2009, por exemplo. Elderson ainda defendeu que se avance na regulação monetária conjunta na zona do euro, com regulação igualmente unificada sobre o setor.

Também presente, Sam Woods, vice-presidente para Regulação Prudencial do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), comentou que há cautela entre investidores de que a atuação de reguladores prudenciais possa significar grande restrição no lucro do setor. Segundo ele, não é esta a intenção. Além disso, Woods argumentou que eventuais ajustes devem ser vistos em perspectiva, pois segundo ele boa parte do ajuste necessário já foi feito anteriormente, no contexto das regras de Basileia 3.

Woods, em outro momento do evento, defendeu que exista uma regulação específica para o uso de inteligência artificial (IA) no setor financeiro. Elderson, por sua vez, alertou para os riscos com as mudanças climáticas, e advertiu para a possibilidade de que cenários piores possam se materializar nessa frente.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes