Bolsas da Europa operam com ganhos, após dados da região e antes de Lagarde, do BCE

Os mercados acionários da Europa exibem sinal positivo, nas primeiras horas do pregão desta sexta-feira, 1. Investidores avaliam indicadores da região, à espera de declarações da presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde. Fora da região, também devem estar no radar as falas previstas para hoje do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Jerome Powell.

Às 6h40 (de Brasília), o índice pan-europeu Stoxx 600 operava em alta de 0,68%, em 464,76 pontos.

Na agenda de indicadores, o índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) da indústria da zona do euro subiu de 43,1 em outubro a 44,2 na leitura final de novembro, informaram a S&P Global e o Hamburg Commercial Bank. Analistas ouvidos pela FactSet previam 43,8. O dado tocou máxima em seis meses, mas seguia bem abaixo da marca de 50, que separa contração da expansão da atividade.

Na Alemanha, o PMI da indústria subiu de 40,8 em outubro a 42,6 em novembro, ante previsão de 42,6 dos analistas. Já na Itália, o Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre cresceu 0,1%, tanto ante o trimestre anterior quanto na comparação anual, quando nos dois casos a previsão era de estabilidade. No Reino Unido, o PMI industrial passou de 44,8 em outubro a 47,2 em novembro, quando se esperava 46,7, mas ainda abaixo da marca de 50.

Em meio à divulgação de dados, as bolsas europeias mantiveram fôlego. Às 8h30, Lagarde deve falar, durante painel em fórum de regulação bancária do BCE.

Às 6h44 (de Brasília), a Bolsa de Londres subia 0,78%, Frankfurt avançava 0,82%, Paris tinha alta de 0,64%, Milão operava em alta de 0,53% e Lisboa, de 0,02%. No câmbio, o euro se valorizava a US$ 1,0902 e a libra tinha alta a US$ 1,2674.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes