Criptomoedas: bitcoin chega a US$ 44 mil, após notícia de investimento em ETF

O bitcoin e o ethereum subiram nesta sessão, após a Securities and Exchange Comission (SEC, a CVM americana) indicar que a empresa BlackRock recebeu US$ 100 mil em investimento inicial para o fundo negociado em bolsa (ETF) da criptomoeda à vista. Como resultado, o ativo chegou a seu maior valor desde abril de 2022.

Na visão do Julius Baer, as "crescentes expectativas de uma rápida reversão na política monetária dos Estados Unidos, juntamente com a posição pelos traders de futuros e opções, impulsionaram os preços dos ativos digitais no fim de semana". Ainda, o banco destaca que o mercado, entretanto, é "superficial", o que é evidenciado pelos amplos diferenciais entre os preços de compra e de venda e pela elevada derrapagem nas maiores bolsas centralizadas.

"A saída oficial da Binance dos Estados Unidos sem dúvida impactou a liquidez à vista. Ultimamente, a falta de profundidade do mercado teve um impacto positivo nos preços. No entanto, encontram-se numa situação fraca, uma vez que as carteiras de encomendas são frágeis".

Assim, por volta das 17h30 (de Brasília), a criptomoeda avançava 3,71%, a US$ 43.461,66, segundo a Coindesk. O ethereum, por sua vez, tinha alta de 1,05%, a US$ 2.257,36.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes