Expectativa para inflação em 12 meses na zona do euro segue em 4% em outubro

O Banco Central Europeu (BCE) afirma que a mediana das expectativas dos consumidores na zona do euro para a inflação nos próximos 12 meses continuou em 4,0% em outubro. No horizonte dos próximos três anos, a mediana seguiu em 2,5%, como visto em setembro, de acordo com pesquisa de expectativas dos consumidores relativa a outubro publicada nesta terça-feira, 5.

O BCE aponta que as expectativas para o crescimento nominal da renda nos próximos 12 meses e as expectativas para o crescimento nominal dos gastos tiveram queda modesta, no mesmo levantamento.

Já a previsão para o crescimento nos próximos 12 meses "tornou-se marginalmente mais negativa", enquanto a taxa de desemprego esperada nos próximos 12 meses ficou estável.

A projeção para o crescimento no preço das residências ao longo dos próximos 12 meses caiu, enquanto as expectativas para os juros hipotecários nos próximos 12 meses se manteve.

A taxa mediana da inflação percebida nos últimos 12 meses caiu, de 8,0% em setembro a 7,8% em outubro, mostra a pesquisa.

Os consumidores na zona do euro esperavam ainda que sua renda nominal crescesse 1,1% nos 12 meses seguintes, quando em setembro projetavam avanço de 1,2%. Preveem ainda contração de 1,3% nos próximos 12 meses, quando em setembro apontavam para baixa de 1,2% no PIB da região.

A expectativa para a taxa de desemprego 12 meses adiante se manteve em 11,4%, enquanto a taxa de desemprego percebida recuou de 11,1% em setembro a 10,9% em outubro.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes