IBGE revisa alta do PIB do 2º trimestre ante 1º trimestre de 0,9% para 1,0%

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revisou o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre de 2023 ante o primeiro trimestre de 2023, de 0,9% para 1,0%. A alteração foi anunciada nesta terça-feira, 5, quando o instituto divulgou os resultados das Contas Nacionais Trimestrais do terceiro trimestre de 2023.

O órgão também revisou a taxa do PIB do primeiro trimestre de 2023 ante o quarto trimestre de 2022, de 1,8% para 1,4%.

O PIB do quarto trimestre de 2022 ante o terceiro trimestre de 2022 também foi revisado, de alta de 0,1% para queda de 0,1%.

Já o PIB do terceiro trimestre de 2022, na comparação com o segundo trimestre de 2022, passou de 0,4% para 1,1%.

Setores

O IBGE também revisou o PIB da Agropecuária de 2022, de queda de 1,7% para recuo de 1,1%. Também revisou o PIB da Indústria de 2022, de alta de 1,6% para elevação de 1,5%. Ainda revisou o PIB de serviços de 2022, de alta de 4,2% para elevação de 4,3%.

Outras revisões

O IBGE revisou o Consumo das Famílias de 2022 de 4,3% para 4,1%. O Consumo do Governo de 2022 também foi revisado, e passou de 1,5% para 2,1%.

Já a Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) passou de elevação de 0,9% em 2022 para 1,1%. As Exportações de Bens e Serviços, em contrapartida, foram elevadas de alta 5,5% para 5,7% em 2022.

A Importação de Bens e Serviços, por sua vez, passou de 0,8% para 1,0% em 2022.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes