Para o Brasil é importante que a Argentina dê certo, afirma Campos Neto

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, contou que participou de uma videoconferência com Luis Caputo, ministro da Fazenda da Argentina escolhido pelo futuro presidente, Javier Milei, nesta terça, 5. Ele estava em um almoço promovido pela Frente Parlamentar do Empreendedorismo (FPE).

"Para o Brasil é importante que a Argentina dê certo. A Argentina é exemplo que abandona meta fiscal e monetária, teve um problemaço e precisam recuperar essa credibilidade", disse Campos Neto.

Ele pontuou que soluções de curto prazo cobram um custo alto para médio e longo prazo e pontuou que a Argentina terá de fazer um ajuste fiscal muito apertado, que poderá afetar o aspecto político também.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes