É importante que UE tenha relações comerciais estáveis com a China, diz von der Leyen

A presidente Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, defendeu que é importante para o bloco estabelecer "relações comerciais estáveis com a China", ao mesmo tempo em que endereça desequilíbrios comerciais com o gigante asiático. O comentário aconteceu após cúpula União Europeia-China, encontro que teve a presença do presidente chinês, Xi Jinping, e o primeiro-ministro chinês, Li Qiang.

Em coletiva, Von der Leyen afirmou que o bloco tem uma relação complexa com o país, mas que os líderes tiveram "sucesso em alguns diálogos" e pontos importantes para a cooperação bilateral.

A autoridade europeia disse que a China está ciente do andamento da investigação de veículos elétricos chineses e outras medidas da UE para proteger suas cadeias de oferta. "Também abordamos a super capacidade de oferta dos mercados da China, que leva países a fecharem as portas para o país e promove um contágio global de desaceleração da demanda", pontuou.

Von der Leyen ainda comentou sobre o posicionamento da China em relação à Ucrânia, afirmando que "cabe ao presidente Xi decidir sua posição", mas que esta decisão tem efeitos diretos sobre a relação com a União Europeia.

Também participando da coletiva, o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, disse que é "crucial que China participe das negociações de paz entre Rússia e Ucrânia".

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes