Fitch reafirma rating do México em 'BBB-', com perspectiva estável

A Fitch reafirmou o rating de inadimplência do consumidor (IDR) do México em "BBB-", com perspectiva estável. Segundo a agência de avaliação de risco de crédito, a decisão é apoiada por uma "estrutura de política macroeconômica prudente e finanças externas estáveis e robustas", mas limitada por indicadores de governança e histórico de crescimento a longo prazo fraco e riscos fiscais.

Assim, a empresa prevê pressão sobre o déficit fiscal, com a deterioração fiscal levando o governo a adiar os gastos para o próximo ano. "As receitas públicas enfrentaram pressão descendente em 2023 devido à redução das receitas relacionadas com o petróleo, enquanto as receitas fiscais continuam a se mostrar resilientes."

A empresa também antecipa que o aumento do déficit fiscal chegará a 47,7% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2024, ante 44,9% deste ano, diante de receitas petrolíferas mais fracas, do avanço dos custos dos empréstimos, do adiamento das despesas correntes e de capital e do aumento de pagamentos, principalmente à população idosa.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes