Produção de veículos cai e vendas sobem em novembro ante novembro de 2022, mostra Anfavea

Em desempenho prejudicado pelo tombo das exportações, a produção da indústria de veículos teve no mês passado queda de 6,1% frente a novembro de 2022. No total, 202,7 mil unidades foram montadas, entre carros de passeio, utilitários leves, caminhões e ônibus.

Na comparação com outubro de 2023, novembro do mesmo ano mostrou crescimento de 1,5%.

O balanço foi divulgado nesta quinta-feira, 7, pela Anfavea, a entidade que representa as montadoras.

A produção de veículos passa a mostrar queda de 1,1% no acumulado desde o início do ano, somando 2,15 milhões de unidades até novembro.

Vendas

As vendas de veículos subiram 4,2% no mês passado no comparativo interanual, num total de 212,6 mil unidades.

Na margem - ou seja, de outubro para novembro -, houve queda de 2,4% nos licenciamentos, porém a variação negativa é explicada pelo calendário comercial mais curto em razão de dois feriados nacionais: Finados, no dia 2, e Proclamação da República, 15 de novembro.

O ritmo diário de novembro, assim como no mês anterior, continuou acima de 10 mil veículos.

Exportações

As exportações seguiram em queda no mês passado, recuando 44,6% frente ao número de um ano antes e 23% em relação a outubro. No total, 24,1 mil veículos foram embarcados em novembro.

Acumulado no mercado doméstico e externo

No acumulado desde o início do ano, as vendas no mercado doméstico agora mostram crescimento de 9,1%, somando 2,06 milhões de veículos em onze meses, enquanto as exportações, na direção oposta, recuam 15,9%, com 378,2 mil unidades embarcadas no mesmo período.

México, Argentina, Chile e Colômbia são os principais destinos dos carros exportados pelo Brasil.

Emprego

O levantamento da Anfavea mostra ainda que as montadoras abriram 530 vagas de trabalho em novembro, empregando no fim do mês 101,2 mil pessoas.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes