Fitch eleva previsões para PIB dos EUA e já não mais espera uma recessão em 2024

A Fitch Ratings melhorou as previsões para o desempenho da economia dos Estados Unidos e abandonou a expectativa anterior por recessão em 2024, em quadro fiscal ainda favorável que amplifica os efeitos de um consumo resiliente.

A instituição agora projeta que o Produto Interno Bruto (PIB) norte-americano crescerá 2,4% este ano e 1,2% no próximo, de acordo com a mais recente edição do seu relatório de perspectivas globais.

No documento anterior, em setembro, a expectativa era por um avanço de 2,0% em 2023 e de 0,3% em 2024. Para 2025, a estimativa é de uma alta de 1,4%.

A agência atribui parte do movimento positivo ao significativo relaxamento fiscal, com forte aumento dos gastos do governo com bens e serviços. O recuo das poupanças é outro fator que apoia o crescimento, de acordo com a análise.

No entanto, a Fitch vê sinais de desaceleração do crédito e dos lucros. "Um crescimento mais lento dos salários nominais e do emprego reduzirão o avanço renda das famílias e o serviço da dívida do consumidor aumentará materialmente em 2024", avalia.

A agência acredita que o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) ainda subirá os juros em janeiro de 2024, antes de cortá-los a partir de julho. De qualquer forma, a Fitch está mais otimista quanto ao ano que vem, mas ainda vê o que classificou como uma recessão "rasa" em 2025.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes