IPC-M cai 0,08% na 1ª prévia de dezembro, dentro do IGP-M, diz FGV

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC-M) caiu 0,08% na primeira prévia de dezembro, dentro do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), ante alta de 0,22% na mesma leitura de novembro, informou nesta sexta-feira, 8, a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Sete das oito classes de despesa que compõem o índice registraram decréscimo nesta leitura: Saúde e Cuidados Pessoais (0,20% para -0,52%), Alimentação (0,31% para -0,09%), Educação, Leitura e Recreação (1,25% para 0,51%), Transportes (0,06% para -0,20%), Comunicação (-0,03% para -0,17%), Despesas Diversas (0,07% para -0,07%) e Vestuário (-0,42% para -0,53%). Houve aceleração somente do grupo Habitação (0,04% para 0,15%).

Influências

As maiores pressões de baixa para o IPC-M da primeira leitura de dezembro partiram de perfume (1,50% para -10,40%), gasolina (-0,57% para -1,06%) e tomate (-3,20% para -10,99%), junto com desodorante (-0,22% para -5,48%) e mamão papaya (7,91% para -9,39%).

Na outra ponta, puxaram o índice para cima os itens passagem aérea (7,04% para 2,17%), taxa de água e esgoto residencial (0,08% para 1,56%) e plano e seguro de saúde (0,63% para 0,64%), seguidor por aluguel residencial (-0,60% para 0,66%) e banana-prata (-0,85% para 6,72%).

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes