Desafio do 2º ano do presidente Lula é fazer crescer receitas, afirma Renan Filho

O ministro dos Transportes, Renan Filho, avaliou na manhã desta segunda-feira, 11, durante o evento Fórum Político XP, que o primeiro ano de Lula 3 foi "bem sucedido" e, para continuar nesta toada no segundo ano, é preciso fazer crescer receitas. Renan Filho defende que, para este crescimento, "o caminho mais justo é diminuir o tamanho dos incentivos fiscais que as grandes corporações têm no país".

Apesar dos lobbies que buscam esse incentivo fiscal, o ministro afirmou que é preciso fazer escolhas. E mesmo assim, pontuou, a longo prazo, o ajuste fiscal vai diminuir os juros e, por consequência, as corporações que querem pagar menos imposto venderão mais.

Para Renan Filho, o juro de um dígito ajudará na atração de investimentos e de crescimento por anos. O ministro também afirmou que, para o terceiro ano, o governo vai crescer "puxado pelo investimento".

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes