Padilha reitera ter alternativa à desoneração ainda este ano

O ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, repetiu nesta segunda-feira, 11, que a alternativa à prorrogação da desoneração da folha de pagamentos, vetada pelo governo, será construída em diálogo com setores e com o Congresso, e voltou a defender que o Parlamento não derrube o veto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

"Não vale a pena recuperar proposta com questionamento constitucional", disse Padilha após se reunir com lideranças e o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, na sede da pasta.

Padilha voltou a dizer que Haddad se comprometeu a buscar uma alternativa à política vetada por Lula ainda neste ano, e apontou que a reunião do Conselhão nesta terça-feira, 12, é uma demonstração de que o governo vai dialogar com a iniciativa privada sobre este e outros temas. Segundo ele, contudo, a proposta ainda está em discussão e não deve ser levada aos integrantes do fórum agora.

Questionado sobre os temas que serão tratados durante a agenda do Conselhão de amanhã, Padilha citou que "várias propostas" relacionadas à oferta de crédito serão apresentadas a Lula no dia.

"São vários temas, como propostas de terras degradadas, propostas sobre barateamento do crédito - várias propostas que serão apresentadas a Lula amanhã sobre o tema do crédito -; propostas relacionadas ao tema do desenvolvimento sustentável, ao trabalho da primeira infância. Mas é o momento de diálogo, e o foco também será certamente o de dialogar com o Congresso Nacional", disse.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes