Proposta alternativa à desoneração da folha está sendo finalizada, diz secretário da Fazenda

O secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Guilherme Mello, disse nesta segunda-feira, 11, que a reforma dos impostos sobre a renda, capítulo seguinte à reforma tributária do consumo, pode ser proposta no ano que vem junto com a desoneração da folha de pagamentos. Ele ressaltou, no entanto, que o governo não vai manter políticas que vinham sendo feitas com "resultados questionáveis" do ponto de visto do emprego, numa referência à desoneração de folha que beneficiava 17 setores e cuja prorrogação foi vetada pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

Mello acrescentou que a proposta alternativa à desoneração da folha está sendo finalizada e a expectativa é que seja entregue ainda esta semana ao ministro da Fazenda, Fernando Haddad.

"Pode vir junto com a desoneração da folha, mas não mantendo politicas que vinha sendo feitas com resultados questionáveis do ponto de vista de emprego", disse Mello ao falar da reforma da tributação da renda durante fórum da XP.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes