'Se não cortar gastos, os Estados vão quebrar', afirma governador de SP

O governador de São Paulo, Tarcísio Gomes de Freitas, disse nesta segunda-feira que cortar gastos se tornou imperativo, já que não há motivos estruturais para acreditar em aumento da arrecadação, e prometeu enxugar despesas do Estado. "A questão não é mais se cortar gastos é possível, temos que cortar gastos. Se não cortar gastos, os Estados vão quebrar", declarou o governador durante fórum da XP.

Segundo Tarcísio, investimentos em áreas como saúde e infraestrutura não estão sendo feitos pelo inchaço da máquina pública.

Ele prometeu eliminar 4,7 mil cargos na reforma administrativa do governo estadual, sem comprometer o funcionamento dos serviços públicos. "É imperioso, temos que fazer. Temos que cortar gastos e vamos cortar", afirmou Tarcísio.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes