Lira, sobre reforma administrativa: é o último pilar das reformas que Brasil precisava fazer

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), reforçou, no período da tarde desta terça-feira, 12, a importância de se avançar com a PEC da reforma administrativa. Classificando a aprovação da PEC 32 como "o último pilar das reformas que o Brasil precisava fazer", Lira avaliou que a reforma é um dos caminhos para garantir mais espaço no Orçamento.

Em defesa da PEC 32, Lira afirmou, durante evento promovido pela Febraban, que o texto, que ainda pode ser modificado, não mexe em direitos adquiridos de quem está hoje no serviço público. "Essa vendeta de que nós estamos a terceirizar, a acabar, exterminar o serviço público no Brasil não é verdade", disse.

Segundo o presidente da Câmara, a reforma é um "convite à transformação" e é preciso vender essa ideia para a população. "Ao analisarmos as diversas nuances da PEC, vemos que ela vai muito além de ajustes técnicos, ela delineia uma visão de administração pública que prima pela eficiência operacional e também pela qualidade dos serviços oferecidos à população".

A flexibilização das contratações e o estímulo ao governo digital foram citadas por Lira como exemplos que podem trazer modernização para a máquina pública. O presidente da Câmara também afirmou que a matéria vem sendo discutida e ponderada "com muita atenção e responsabilidade".

Reforma tributária

Sobre a reforma tributária, que o líder prevê que pode ser concluída ainda nas próximas duas semanas, ele afirmou que líderes estão reunidos nesta tarde na Residência Oficial para debater o texto.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes