Nos Estados Unidos, DoE corta em US$ 10 a projeção para o preço do barril do Brent em 2024

O Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) dos EUA cortou sua projeção para o preço do barril do petróleo Brent em US$ 10, de US$ 93 para US$ 83, em 2024, devido às preocupações sobre o aumento da demanda pela commodity, conforme indica em seu relatório com suas perspectivas energéticas de curto prazo (Steo, na sigla em inglês). Ainda, o órgão reduziu sua previsão para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos, de 1,5% para 1,3% em 2024, mas manteve a estimativa de 2023 em 2,4%.

Segundo o Steo, apesar de o barril Brent ter chegado perto de US$ 76 o barril na semana passada, expectativas de diminuição dos estoques da commodity no primeiro trimestre de 2024 deverão impulsionar o preço do benchmarking.

Entretanto, a expectativa é que os cortes de produção da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) compensem o menor crescimento da demanda e evitem aumentos nos estoques globais de petróleo. "Prevemos que a produção de petróleo bruto da Opep+ cairá mais 600 mil de b/d, em média, em 2024. Esta previsão pressupõe que alguns cortes voluntários na produção da Arábia Saudita serão prolongados até 2024 e a produção global dos países da Opep+ permanecerá abaixo das metas."

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes