Para IBGE, leitura do varejo continua mostrando estabilidade

O comércio varejista brasileiro manteve a tendência de estabilidade em outubro, avaliou Cristiano Santos, gerente da Pesquisa Mensal de Comércio no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

As vendas do varejo recuaram 0,3% em outubro, em relação ao mês imediatamente anterior.

"Esse é mais um valor que está muito próximo do zero. Então essa leitura continua de estabilidade", opinou Santos. "A leitura é muito clara, já se passaram dez meses (de 2023), esses valores estão próximos de zero desde fevereiro. Esse valor, às vezes, escapa um pouco para cima ou um pouco para baixo, mas sempre nessa faixa perto da estabilidade."

Segundo Santos, a única disparidade em 2023 foi a variação de janeiro, quando as vendas cresceram 3,9%, na comparação com o mês imediatamente anterior. Nos demais meses deste ano, houve oscilações dentro da faixa considerada próxima à estabilidade: fevereiro (-0,1%), março (0,7%), abril (0,0%), maio (-0,6%), junho (0,2%), julho (0,7%), agosto (-0,1%), setembro (0,5%) e outubro (-0,3%).

Santos pondera que a leitura de mais longo prazo do varejo é positiva. "Ainda que a gente retire dessa análise o ponto de janeiro, há crescimento (nos últimos meses)", ressaltou.

Embora janeiro tenha marcado o último mês com registro de alta significativa nas vendas, as oscilações seguintes, embora perto da estabilidade, foram mais favoráveis, gerando um saldo positivo para o volume vendido no período de fevereiro a outubro.

"O patamar de outubro de 2023 é maior em 1,1% ao patamar de janeiro de 2023. É um resultado positivo, embora bastante tímido", avaliou Santos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora