Meta fiscal será perseguida pelo Ministério da Fazenda, diz Haddad

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, voltou a afirmar agora há pouco, em São Paulo, que a meta fiscal será perseguida pelo Ministério da Fazenda, que sabe a importância disso para o crescimento sustentável do Brasil.

"Nós repusemos os gastos sociais, sabemos que isso é importante para a população que mais depende do SUS e da Educação Pública, do Bolsa Família, mas precisamos ter fonte de financiamento segura para esses gastos que foram aprovados pelo Congresso.

"Então vamos correr atrás destes resultados e, de novo, é um monitoramento fino que tem que se feito mês a mês e com total transparência", disse Haddad.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes