Ouro fecha em leve baixa, após ganhos robustos de ontem

O preço do ouro fechou em baixa, em correção após os ganhos robustos de mais de 2% ontem. A queda ocorre em paralelo à alta do dólar e dos juros dos Treasuries, que pressiona a atratividade do metal precioso.

Na Comex, divisão para metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para fevereiro de 2024 fechou em queda de 0,45%, a US$ 2.035,70 por onça-troy.

O ouro passou boa parte do dia em alta e entrou em território positivo na reta final do pregão, acompanhando uma aceleração do dólar e dos retornos da renda fixa americana. Os movimentos aconteceram após o presidente da distrital do Federal Reserve (Fed) em Atlanta, Raphael Bostic, dizer esperar cortes de juros só no terceiro trimestre, ou seja, mais tarde do que o mercado atualmente precifica.

No entanto, o contrato mais líquido da commodity subiu 1,05% no acumulado da semana, marcada pela decisão do Fed de manter juros e de falas do presidente da instituição, Jerome Powell, lidas como dovish pelo mercado. O ANZ prevê que o ouro "continuará brilhando" em 2024, se beneficiando do relaxamento monetário, de riscos geopolíticos elevados e de fortes compras de BCs.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes