País produziu R$ 1,061 mi por quilômetro quadrado em 2021, diz IBGE em pesquisa de municípios

A densidade econômica no País, que mede a produção de riqueza pela área, foi de R$ 1,061 milhão por quilômetro quadrado em 2021, de acordo com o Produto Interno Bruto (PIB) dos Municípios, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Nove dos dez municípios com as maiores densidades econômicas estavam no estado de São Paulo.

O município de Osasco (SP) gerou o maior valor por quilômetro quadrado, R$ 1,326 bilhão, seguido por São Caetano do Sul/SP (R$ 1,015 bilhão por quilômetro quadrado), Barueri/SP (R$ 883,2 milhões por quilômetro quadrado) e Diadema/SP (R$ 601,5 milhões por quilômetro quadrado).

Em quinto lugar no ranking, o município de São Paulo rendeu R$ 545 milhões por quilômetro quadrado.

Na concentração urbana de São Paulo/SP, o quilômetro quadrado produziu R$ 194 milhões, enquanto a concentração urbana do Rio de Janeiro/RJ gerou R$ 116,9 milhões.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes