Reforma tributária é perfeita porque foi feita sob a democracia, diz Haddad

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, disse nesta quarta-feira, 20, que a reforma tributária promulgada nesta quarta-feira, 20, é perfeita por ter sido feita sob a democracia, ouvindo a todos, e por reconhecer que o processo histórico a tornará melhor. Em discurso no plenário da Câmara dos Deputados, o ministro afirmou que perfeição e imperfeição são atributos que não cabem a um projeto coletivo.

"Muitas vezes, ouço comentários dizendo que a reforma não é perfeita, tem imperfeições. Perfeição e imperfeição são atributos que não cabem a um projeto coletivo com tantos autores. Isso aqui é o vetor de muitas vontades, aglutinou muitos anseios", disse ela. "Ela a reforma é perfeita, pois foi feita sob a democracia, pois todo mundo foi ouvido, participou. É perfeita também porque contém em seu texto a cláusula da sua periódica revisão, porque é humilde e reconhece que o processo histórico a de tornar ela ainda melhor", comentou.

Em seu discurso, Haddad agradeceu a deputados e senadores pela aprovação do texto e citou também o secretário extraordinário da Reforma Tributária do Ministério da Fazenda, Bernard Appy.

Ele afirmou que, em 2018, vários presidenciáveis chegaram a acolher a proposta de Appy na disputa, mas que a proposta ganhou força a partir de 2019 por meio do Congresso Nacional.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora