Desafio da reforma tributária agora são as leis complementares, diz líder do governo na Câmara

O líder do governo na Câmara dos Deputados, José Guimarães (PT-CE), afirmou nesta quinta-feira, 21, que as leis complementares são o novo desafio a ser enfrentado pela gestão do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após a promulgação da reforma tributária na quarta-feira, 20. "Temos que consolidar mudanças feitas", disse Guimarães à Globonews.

Ele destacou que, apesar das dificuldades, o Congresso aprovou a maior parte das pautas de interesse do governo.

O líder citou as pautas de costumes e meio ambiente como algumas das mais trabalhosas. "Não é fácil", enfatizou. "Cheguei a dizer ‘não vai dar’ sobre reforma tributária", acrescentou Guimarães. "[A reforma] não vai resolver os problemas da economia brasileira, mas sinaliza o futuro, a perspectiva para o País."

Ele chamou atenção para decisões sobre as notas de crédito do Brasil pelas agências de classificação de risco internacionais, como Fitch, S&P e Moody’s, e afirmou que a melhora do rating reflete o esforço do governo durante este ano.

Guimarães também relatou considerar a promulgação da reforma tributária a maior conquista de 2023, e disse que "é um momento tão especial que não há como remar contra essa maré".

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes