Banco do Brasil coloca consórcios no Open Finance através de iniciador de pagamento

O Banco do Brasil permitirá que o cliente contrate consórcios debitando o valor da primeira parcela de contas que possui em outros bancos e instituições financeiras. É a primeira solução do tipo envolvendo consórcios no País, possível através do Open Finance, o sistema de compartilhamento de informações criado pelo Banco Central.

O banco utiliza o BB Pay, produto surgido através da chamada iniciação de pagamentos. Houve uma conexão entre a estrutura e os sistemas de pagamento da BB Consórcios, administradora de consórcios que é subsidiária do banco. A empresa é líder no setor, com uma carteira administrada de mais de R$ 116 bilhões em outubro.

"Com a possibilidade de pagar a primeira parcela do seu consórcio via Open Finance, ampliamos as funcionalidades do consórcio, com foco em priorizar a agilidade e a segurança no autoatendimento", diz o diretor executivo da BB Consórcios, Pablo Favoretto, em nota.

O diretor de Negócios Digitais do BB, Rodrigo Vasconcelos, afirma que o banco tem buscado levar a "cultura" do Open Finance a todo o conglomerado. "Com isso, somos hoje referência nesse mercado, principalmente pela multiplicidade de aplicações, ineditismo das soluções e percepção de valor pelos nossos clientes e mercado", diz.

Neste ano, o BB foi considerado a instituição financeira do ano pelo Open Summit Awards em Open Finance, na categoria S1 e S2. Dois casos de uso também ganharam prêmios: a personalização de taxas para pessoas jurídicas, campeã na categoria Uso em Crédito, e o agregador financeiro Minhas Finanças, vencedor em Uso para Pessoa Física.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes