Bancos chineses reduzem taxas de depósito e ampliam expectativa por cortes de juros do PBoC

Os maiores bancos da China anunciaram a redução das taxas de depósito oferecidas aos poupadores, uma medida que poderá abrir caminho para que o banco central do país faça cortes nas taxas de juro para estimular o crescimento econômico.

Cinco credores estatais e o China Merchants Bank disseram que os cortes nas taxas entraram em vigor na sexta-feira. Os cinco foram Banco Industrial e Comercial da China, Banco de Construção da China, Banco Agrícola da China, Banco da China e Banco de Comunicações.

As taxas de juro dos depósitos a prazo com prazo de três meses, seis meses e um ano foram reduzidas em 0,1 ponto porcentual, enquanto a taxa dos depósitos a dois anos foi reduzida em 0,2 ponto porcentual, segundo comunicados e informações divulgadas pelos bancos.

As taxas dos depósitos de três e cinco anos foram reduzidas em 0,25 ponto porcentual cada.

"Taxas de depósito mais baixas devem ajudar a aliviar as pressões sobre as margens de juros líquidas dos bancos e estabelecer as bases para que o PBoC Banco do Povo da China reduza as suas taxas de empréstimo em janeiro, que permaneceram inalteradas nos últimos quatro meses", disse Lu Ting, economista do Nomura. Fonte: Dow Jones Newswires.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes