Bolsas de NY fecham perto da estabilidade, com indicadores e alta dos juros dos Treasuries

As bolsas de Nova York fecharam perto da estabilidade nesta quinta-feira, 28, ainda com o impulso das perspectivas para uma política monetária mais branda do Federal Reserve (Fed) no próximo ano. No entanto, os índices foram pressionados nesta sessão por uma recuperação dos rendimentos dos Treasuries, o que acabou contendo ganhos. A publicação de indicadores de emprego nos Estados Unidos esteve entre os destaques do dia.

O índice Dow Jones subiu 0,14%, aos 37.710,10 pontos. O S&P 500 teve alta de 0,04%, para 4.783,35 pontos e o Nasdaq caiu 0,03%, aos 15.095,14 pontos.

O número de pedidos de auxílio-desemprego nos EUA apontou alta de 12 mil na semana encerrada em 23 de dezembro, a 218 mil. O resultado veio acima da previsão de analistas consultados pela FactSet, de avanço a 209 mil. Já o dado da semana anterior sofreu leve revisão para cima, de 205 mil para 206 mil. Os dados laborais de hoje reforçam a expectativa em Wall Street de corte de juros nos EUA em 2024. As chances de o Fed começar a reduzir as taxas já em março bateram 74,1%, conforme levantamento da plataforma americana CME Group. Ontem, eram de 73,9%. Já as vendas pendentes de imóveis nos EUA tiveram estabilidade em novembro, na comparação com outubro, informou a Associação Nacional das Corretoras (NAR, na sigla em inglês). Analistas ouvidos pela FactSet previam alta de 0,75%.

"Os investidores parecem satisfeitos em deixar o mercado andar de lado neste fim de ano", apontou o analista Louis Navellier, presidente da consultoria Navellier. "Não se surpreenda, no entanto, se conseguirmos ver o S&P 500 simbolicamente fechar em 4.800 quando a poeira baixar amanhã", alertou.

A ação da Boeing recuou 0,67% em Nova York, após a Administração Federal de Aviação (FAA, na sigla em inglês) anuncia que a empresa planeja uma inspeção nos modelos 737 MAX seguindo relatos de potencial alargamento nos cintos de segurança. Os papéis da Apple subiram 0,19%, após a empresa ter conseguido na justiça americana uma reversão temporária na proibição de venda dos seus relógios por suposta violação de patentes.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes