PMI industrial do Brasil cai a 48,4 pontos em dezembro, ante 49,4 em novembro, diz S&P Global

O índice dos gerentes de compras (PMI) sobre a atividade industrial do Brasil caiu de 49,4 pontos em novembro para 48,4 pontos em dezembro, segundo dados divulgados pela S&P Global nesta terça-feira. A leitura, inferior a 50 pontos, ainda sugere contração da atividade.

De acordo com a S&P, os pedidos às fábricas continuaram caindo em dezembro, quarta retração consecutiva, na esteira de uma recente diminuição da demanda. Houve ainda, segundo produtores ouvidos pela S&P, intensificação da pressão sobre alguns custos, com destaque para o impacto de alta no preço de commodities agrícolas.

"O setor industrial do Brasil enfrentou um fim de 2023 desafiador, com declínios sustentados nos volumes de novos pedidos induzindo a uma retração contínua nos cronogramas de produção e na compra de insumos", destacou, em relatório, a diretora associada de economia da S&P, Pollyana Lima.

Para ela, as incertezas acerca da política econômica e o juro elevado foram os principais vetores que pesaram sobre o desempenho da indústria no ano. "Além dos desafios domésticos, as empresas tiveram dificuldades para garantir novos pedidos no exterior. Sua incapacidade de estabelecer preços competitivos nos mercados externos significou que os novos pedidos para exportação diminuíram pelo vigésimo segundo mês consecutivo em dezembro", acrescentou Lima.

A diretora destaca, em contrapartida, que houve recente aumento na confiança nos negócios para 2024, com expectativa das empresas em "tempos melhores" neste ano e o subsequente aumento no ritmo de criação de empregos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes