Treasuries e expectativa por leilão de prefixados pressionam curva de juros

Os juros futuros operam em alta na manhã desta quinta-feira, 4, seguindo o movimento dos retornos dos Treasuries, em véspera de divulgação do relatório oficial de emprego dos Estados Unidos, o payroll.

Nesta quinta, o destaque é o leilão de LTNs e NTN-Fs (11h) do Tesouro Nacional. "Temos o primeiro leilão de prefixados do ano, com oferta de novos papéis e em condições especiais para as NTN-Fs (como leilão holandês) e provável forte demanda. Curvas de juros globais em alta e expectativa com o edital devem manter a parte longa da curva mais pressionada", diz em relatório o cogestor da Warren Rena Luis Felipe Laudisio.

Às 9h20, a taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2025 tinha máxima de 10,055%, de 10,033% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2027 subia a 9,820%, de 9,761%, e o para janeiro de 2029 tinha máxima de 10,210%, de 10,144%.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes