EUA: SEC aprova ETFs de bitcoin à vista e presidente diz que novos pedidos serão avaliados

A Securities and Exchange Commission (SEC, a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA) aprovou hoje a emissão dos primeiros fundos negociados em bolsa (ETFs) de bitcoin à vista, após meses de especulações e no dia seguinte a um anúncio falso que trouxe volatilidade ao mercado.

Em comunicado, o presidente da SEC, Gary Gensler, pontuou que, apesar da aprovação dos ETFs, a instituição não "aprova, tampouco endossa, o bitcoin", e reforça que a Comissão está analisando outros 10 pedidos simultaneamente, a fim de criar condições de concorrência "igualitárias entre emissores", e promover a concorrência para beneficiar investidores e o mercado em geral.

No final desta tarde, o regulador chegou a publicar um documento que informava aval a vários ETfs, mas o relatório saiu do ar minutos depois. O caso gerou ceticismo entre investidores, um dia depois de a conta do órgão na rede social x (antigo Twitter) ter sido invadida e veiculado um anúncio falso.

Desta vez, no entanto, a informação foi confirmada logo em seguida pela nota de Gensler. A Grayscale também revelou que teve a listagem de seu ETF de bitcoin à vista aprovada, com negociação a partir de amanhã. Além dela, outras empresas também poderão emitir o produto, como a ARK 21Shares e Blackrock.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes