Alemanha vê ímpeto maior da economia em 2024 por fator interno mesmo com crise geopolítica

O Ministério da Economia da Alemanha avalia que a atividade do país deve ganhar ímpeto ao longo do ano, impulsionada, principalmente, pelo dinamismo interno. Com uma tendência decrescente da inflação, o aumento dos salários reais e uma recuperação gradual da economia global, os principais fatores negativos para a economia alemã deverão diminuir ao longo deste ano, observou o Ministério em nota publicada em seu website após a divulgação de dados do Produto Interno Bruto (PIB) nesta segunda-feira, 15.

O PIB da Alemanha encolheu 0,3% em 2023, segundo o escritório de estatísticas do país (Destatis).

O Ministério avalia que a melhora do dinamismo econômico ainda é possível mesmo com as crises geopolíticas novas e em curso que podem levar ao aumento dos custos dos transportes e aos atrasos nas cadeias de abastecimento, bem como ao aumento temporário dos preços ao consumidor no início do ano.

Para o Ministério, a situação econômica global na virada de 2023 para este ano continua muito fraca devido às consequências das crises anteriores, em particular às perdas significativas no poder de compra em virtude do aumento intenso dos preços da energia e dos produtos alimentícios, do fraco desenvolvimento econômico global, das crises geopolíticas e do aperto da política monetária.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes