BoE: bancos britânicos notam alta na inadimplência de famílias no 4º tri e preveem novo aumento

Bancos no Reino Unido relataram aumento nas taxas de inadimplência em empréstimos segurados e não segurados a famílias no quarto trimestre de 2023, segundo um levantamento do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) publicado nesta quinta-feira, 18. Os credores também esperam nova alta na taxa de defaults neste primeiro trimestre de 2024, informou o BoE.

A taxa de inadimplência em empréstimos corporativos ficaram estáveis no trimestre passado. Para os três primeiros meses deste ano, é esperado que a taxa cresça para empresas de pequeno a médio porte, e fique estável no caso das grandes.

A demanda por empréstimos segurados para compra de imóveis e refinanciamento caiu no quarto trimestre, e deverá subir no corrente.

Os bancos disseram que a demanda geral por empréstimos não segurados caiu no quarto trimestre, mas que esperam que tornem a subir neste trimestre.

Para empréstimos corporativos, a demanda de empresas pequenas e grandes decresceu, enquanto a demanda de empresas médias ficou inalterada.

Os bancos projetam estabilidade na demanda de empresas pequenas e médias, e leve aumento na demanda de empresas grandes neste primeiro trimestre.

Em termos de oferta no quarto trimestre de 2023, a disponibilidade de crédito para famílias subiu para empréstimos segurados, e ficou estável para não segurados. A disponibilidade de crédito para o setor corporativo subiu levemente.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes