Batata, tomate, arroz, frutas e carnes puxaram alta de Alimentos e Bebidas no IPCA-15

A alta de 1,53% nos preços do grupo Alimentação e Bebidas no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - 15 (IPCA-15) de janeiro foi puxada pelo encarecimento de itens alimentícios como batata-inglesa (25,95%), tomate (11,19%), arroz (5,85%), frutas (5,45%) e carnes (0,94%), informou nesta sexta-feira, 26, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Isso levou a uma alta de 2,04% no preço da alimentação no domicílio entre 15 de dezembro e 14 de janeiro, quando são coletados os preços considerados para o IPCA-15.

Já a alimentação fora do domicílio também registrou alta de 0,24% nos preços, mas inferior àquela de dezembro, quando ficou 0,53% mais cara, detalhou o IBGE.

Isso se deve ao fato de a refeição e o lanche terem registrado altas de 0,32% e 0,16% respectivamente, ambos desacelerando ante os aumentos de dezembro (0,46% e 0,50%).

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes