Após reunião com Haddad, Padilha lista medidas para garantir equilíbrio das contas públicas

O ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, afirmou nesta segunda-feira, 29, que tratou em reunião com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, da agenda prioritária do governo para 2024 tendo em vista a retomada das atividades do Legislativo na próxima semana. Segundo Padilha, o governo irá trabalhar este ano nas seguintes medidas a fim de garantir o equilíbrio das contas públicas: manutenção do reequilíbrio da economia para reduzir cada vez mais o déficit público; reduzir impostos para classes menos favorecidas, citando como exemplo o reajuste no Imposto de Renda para quem recebe até dois salários mínimos; aprovar medidas que buscam conter qualquer desequilíbrio no orçamento público; além de buscar baratear o crédito no País, avançando nesta agenda.

Padilha ainda citou como prioridades do governo Lula 3 a continuidade do trabalho interdisciplinar de transição ecológica e ações de estímulo à permanência de estudantes no Ensino Médio.

Segundo ele, ainda haverá negociações com os presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), para pavimentar um caminho no Legislativo às medidas encaminhadas pela Fazenda, entre elas a medida provisória que reonera gradualmente a folha de pagamentos de 17 setores da economia e revoga outros benefícios fiscais, como o Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse).

"Eu e (o líder do governo no Senado, senador) Jaques Wagner procuraremos líderes do Senado para falar sobre a MP da reoneração", afirmou o ministro, acrescentando que ainda terá reuniões com demais líderes do governo para apresentar os projetos prioritários para o governo em 2024.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes