Bolsas de NY sobem e renovam máximas históricas de Dow Jones e S&P 500, após anúncio do Tesouro

As bolsas de Nova York fecharam em alta nesta segunda-feira, 29, e tanto o Dow Jones quanto o S&P 500 cravaram nova máxima histórica, após os índices acelerarem ganhos no fim do pregão depois que o Tesouro dos EUA anunciou que precisará realizar leilões de títulos públicos para cumprir as necessidade de refinanciamento da dívida do governo americano abaixo do valor esperado pelos analistas. Investidores aguardavam ainda a divulgação dos resultados de grandes empresas de tecnologia e a decisão do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) nos próximos dias.

O índice S&P 500 fechou em alta de 0,76%, aos 4.927,93 pontos, superando a máxima histórica anterior de 4.894,16 pontos atingida em 25 de janeiro. O Dow Jones subiu 0,59%, aos 38.333,45 pontos, também em recorde. O Nasdaq ganhou 1,12%, aos 15.628,04 pontos.

O Departamento do Tesouro dos EUA espera tomar emprestado US$ 760 bilhões no primeiro trimestre, de acordo com um comunicado de imprensa publicado na tarde de segunda-feira. Este valor está abaixo da estimativa anterior de cerca de US$ 815 bilhões, "em grande parte devido às projeções de fluxos fiscais líquidos mais elevados e de um saldo de caixa mais elevado no início do trimestre", aponta o comunicado.

Esta semana é a mais movimentada da temporada de resultados nos EUA, com 19% das componentes do S&P 500 divulgando seus desempenhos. Entre as titãs de tecnologia, Microsoft, Apple, Meta, Amazon e Alphabet, dona da Google, abrem seus balanços nos próximos dias. Além disso, o mercado aguarda a decisão do Fed e as sinalizações do presidente do banco central americano, Jerome Powell, sobre o momento em que pode ter início o ciclo de flexibilização monetária.

As ações da Amazon terminam o pregão em alta de 1,34%. A empresa e a iRobot anunciaram nesta segunda-feira a rescisão de acordo em que a gigante do varejo se comprometia a se unir à fabricante de aspiradores domésticos inteligentes. As companhias citaram apreensão com potenciais objeções ao negócio do órgão regulatório da União Europeia, enquanto o anúncio foi acompanhado de mudanças no topo da gestão da iRobot. Os papéis da iRobot derreteram 8,77%.

A Colgate-Palmolive subiu 1,40%, a US$ 83,99 após resultados que, segundo analistas do UBS, foram os melhores registrados há muitos anos. O banco elevou a projeção de preço-alvo para as ações da companhia de US$ 93 para US$ 95.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes