Sem acordo com credores, Justiça de Hong Kong ordena liquidação da Evergrande

A Justiça de Hong Kong decretou a liquidação da chinesa Evergrande nesta segunda-feira, 29, após a companhia do setor imobiliário não conseguir chegar a um acordo com os credores.

As ações da empresa caíram 21% na manhã desta segunda, antes de terem a negociação interrompida. Em 12 meses, a Evergrande perdeu 90% do valor de mercado.

Sobrecarregada com cerca de US$ 300 bilhões em passivos, a companhia parou de honrar compromissos financeiros há dois anos, quando deu início à negociação da reestruturação da dívida. O prazo para aprovação de um acordo acabou nesta segunda.

"Não é uma grande surpresa para os investidores", disse o economista-chefe da Jefferies, Shujin Chen. Hebe Chen, analista de mercado da IG International, afirmou que a ordem de liquidação da Evergrande dá início à "próxima etapa da crise imobiliária da China". Fonte: Dow Jones Newswires.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes