Ifo prevê nova queda do PIB da Alemanha no 1º trimestre e consequente recessão -

O instituto alemão Ifo previu nesta terça-feira, 30, que o Produto Interno Bruto (PIB) da Alemanha provavelmente sofrerá nova contração no primeiro trimestre deste ano, de 0,2%.

Mais cedo, pesquisa da Destatis mostrou que o PIB alemão encolheu 0,3% no quarto trimestre de 2023 ante os três meses anteriores. Como o PIB do terceiro trimestre foi revisado para cima, de queda de 0,1% para estabilidade, a maior economia da Europa evitou uma recessão técnica no fim do ano passado.

Se a previsão do Ifo se concretizar, porém, a Alemanha entrará em recessão, que é normalmente caracterizada por dois trimestres seguidos de recuos do PIB.

Segundo o chefe de previsões do Ifo, Timo Wollmershäuser, empresas de quase todos os setores da economia alemã estão se queixando de demanda mais fraca.

"Na indústria e na construção, os consideráveis estoques de encomendas que as empresas haviam acumulado durante a pandemia do coronavírus desapareceram agora", disse Wollmershäuser. "As novas encomendas vêm diminuindo há vários meses, e uma onda de cancelamentos varreu o país, especialmente na construção de moradias", acrescentou.

Wollmershäuser também avaliou que a restrição da política monetária na Europa e nos EUA, com uma série de aumentos de juros que tinham o objetivo de conter a inflação, parece agora estar exercendo "impacto total" na economia alemã.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes