Bolsas da Europa operam em alta, após recuperação de Wall Street e de olho em balanços

As bolsas europeias operam em alta na manhã desta sexta-feira, 2, após a recuperação de Wall Street e balanços positivos de grandes empresas de tecnologia americanas. Investidores na Europa também acompanham notícias corporativas locais e aguardam novo relatório de emprego dos EUA.

Por volta das 6h55 (de Brasília), o índice pan-europeu Stoxx 600 avançava 0,50%, a 486,29 pontos.

Na quinta-feira, as bolsas de Nova York subiram 1% ou mais, revertendo perdas da véspera, quando o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) sinalizou que não deve começar a cortar juros no curto prazo.

Após o encerramento dos negócios em Wall Street, a Meta e a Amazon divulgaram balanços. A controladora do Facebook surpreendeu ao anunciar um inédito pagamento de dividendos, enquanto a varejista de comércio eletrônico agradou em termos de lucro e receita. Nesta manhã, as ações de ambas estão saltando no pré-mercado de Nova York. A da Apple, por outro lado, cai após o fabricante do iPhone decepcionar com uma queda nas vendas da China.

De volta à Europa, o papel do Danske Bank avançava 5,7% em Copenhague, no horário acima, após o banco dinamarquês publicar balanço e anunciar uma recompra de ações, enquanto o da Mercedes-Benz subia 0,4% em Frankfurt, após a montadora alemã revelar que seu fluxo de caixa industrial do ano passado superou tanto suas projeções quanto as expectativas de mercado.

Nas próximas horas, a atenção vai se voltar para o payroll, como é conhecido o relatório de emprego dos EUA. O documento tem forte influência na política monetária do Fed, que esta semana deixou seus juros inalterados pela quarta vez consecutiva.

Às 7h09 (de Brasília), a Bolsa de Londres subia 0,39%, a de Paris avançava 0,59% e a de Frankfurt ganhava 0,78%. Já as de Milão, Madri e Lisboa tinham altas de 0,38%, 0,93% e 0,27%, respectivamente. *Com informações da Dow Jones Newswires.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes