Obra no Porto de Santos terá recursos da Autoridade Portuária e iniciativa privada, diz França

O ministro do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, Márcio França, disse nesta sexta-feira, 2, que as obras no Porto de Santos terão apenas recursos públicos da Autoridade Portuária e dos operadores de terminais da iniciativa privada. Segundo França, as medidas tomadas pelo governo federal no primeiro ano de gestão deram "um salto enorme" na produtividade da área portuária santista.

Ele falou durante evento no Porto de Santos nesta sexta-feira. Também estão no evento o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, o vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, o ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, o ministro da Casa Civil, Rui Costa, o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha e o chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Márcio Macedo.

França também destacou as obras autorizadas pelo governo federal na baixada santista, como as obras do aeroporto de Guarujá, a perimetral do Guarujá e o túnel ligando Santos e Guarujá.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes