Presidente do banco central turco pede demissão após sete meses no cargo

A presidente do Banco Central da Turquia, Hafize Gaye Erkan, disse nesta sexta-feira que renunciou ao cargo, depois de pouco mais de sete meses à frente da autoridade monetária turca.

Em postagem no X (antigo Twitter), Erkan disse que o pedido de demissão é fruto de uma "grande campanha de assassinato de reputação" contra ela, e que a decisão visa proteger sua família dos ataques. Ela comemorou o progresso feito na economia no período em que geriu o BC e agradeceu ao presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, pela confiança.

"O aumento das nossas reservas, os dados econômicos e os indicadores da principal tendência da inflação são prova do nosso sucesso", escreveu ela.

Hafize Gaye Erkan havia assumido o cargo de presidente do BC da Turquia em junho de 2023.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes