Tarcísio: privatização da Emae sai no 1º semestre e a da Sabesp 'vamos ver'

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, afirmou nesta sexta-feira, 2, que a privatização da Emae, empresa de águas e energia controlada pelo governo do Estado, deve sair no primeiro semestre deste ano. Para a da Sabesp, que é uma operação consideravelmente maior, ele não deu previsão.

"Emae sim, Sabesp vamos ver", disse ele ao ser perguntado pelo Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) se as operações sairiam na primeira metade deste ano.

A venda da Emae é vista como um teste para o apetite do mercado para a Sabesp, que deve ser privatizada através de uma capitalização, como a Eletrobras.

Túnel que liga Santos ao Guarujá

O governador falou com a imprensa na saída de evento em que o governo federal e o de São Paulo oficializaram a parceria para investimentos na obra do túnel submarino que ligará Santos ao Guarujá.

Tarcísio disse que o projeto que será executado para a obra será o da Dersa, estatal do governo paulista, e não o da autoridade portuária de Santos.

Ele afirmou que o projeto da Dersa está maduro e atende às necessidades técnicas do túnel.