Energia solar avança em janeiro e atinge 38 GW, 16,8% da matriz elétrica do País, diz Absolar

A energia solar atingiu os 38 gigawatts (GW) de potência instalada em janeiro, somando as usinas de grande porte e os sistemas de geração própria de energia (geração distribuída) em telhados, fachadas e pequenos terrenos, o equivalente a 16,8% da matriz elétrica do País, informou a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar).

A geração distribuída de energia soma 26,3 GW de potência instalada. Já no segmento de geração centralizada, o Brasil possui cerca de 11,7 GW de potência instalada em usinas solares de grande porte.

"Em menos de um mês, a fonte adicionou mais de 1 GW adicionado no território brasileiro", disse a entidade em nota.

De acordo com o presidente do Conselho de Administração da Absolar, Ronaldo Koloszuk, a fonte é atualmente um dos principais vetores para acelerar a descarbonização do Brasil e ajudar o País a se posicionar como importante protagonista da transição energética para uma sociedade mais sustentável.

"Com a combinação de tecnologias como o armazenamento de energia elétrica e o hidrogênio verde, o Brasil pode, em pouco tempo, impulsionar seu desenvolvimento sustentável, com a geração de milhares de novos empregos verdes, trazendo mais renda para os trabalhadores e mais oportunidades para a nossa população", avaliou Koloszuk.

De acordo com a entidade, desde 2012 a fonte solar já trouxe ao Brasil mais de R$ 184,3 bilhões em novos investimentos, mais de R$ 51,7 bilhões em arrecadação aos cofres públicos e gerou cerca de 1,1 milhão de empregos acumulados. Com isso, também evitou a emissão de 46,4 milhões de toneladas de CO2 na geração de eletricidade.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes