PIB industrial deverá crescer mais do que em 2023, afirma Lula, em mensagem ao Congresso

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, disse na mensagem encaminhada ao Congresso Nacional que o Produto Interno Bruto (PIB) industrial deve crescer em 2024 mais do que em 2023. Ele também declarou que o investimento será impulsionado por financiamentos de bancos públicos e mudanças regulatórias.

"O investimento será impulsionado ainda pela retomada de financiamentos dos bancos públicos e por mudanças regulatórias que atualizaram o arcabouço legal das concessões comuns e das parcerias público-privadas, de modo a incorporar novas soluções e alternativas aplicáveis à contratação e gestão de empreendimentos de infraestrutura", afirmou o presidente no documento.

Também disse que o setor de serviços deve ter, neste ano, desempenho semelhante ao de 2023. "Para o setor de serviços, a expectativa é de crescimento similar ao de 2023. Atividades menos sensíveis ao ciclo econômico, como transporte e atividades financeiras, devem contribuir menos para a expansão do setor no ano. Mas as atividades mais dependentes do crédito tendem a se beneficiar dos menores juros, menor inadimplência das famílias e menor inflação, bem como do maior salário mínimo real e das condições favoráveis do mercado de trabalho."

O texto enviado pelo presidente ao Congresso também menciona a inflação. "O processo de desinflação deve permanecer, ao longo de 2024, guiado pela continuidade da desaceleração de componentes subjacentes, mas desta vez também pela desaceleração de preços monitorados. Alterações climáticas de grande magnitude devido ao El Niño e rupturas em cadeias de suprimento, em decorrência de conflitos geopolíticos no Oriente Médio e na Ucrânia, são os principais riscos para esse cenário."

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes