S&P: vencimentos de dívidas subirão a pico de US$ 2,78 trilhões em 2026 em nível global

Os vencimentos da dívida global deverão aumentar de quase US$ 2 trilhões em 2024 para um pico de US$ 2,78 trilhões em 2026, segundo projeções da S&P Global Ratings que constam em relatório divulgado nesta segunda-feira. As dívidas de grau especulativo deverão responder por uma parcela cada vez maior no período, de acordo com a agência de classificação de crédito.

A S&P estima que os vencimentos de grau especulativo deverão atingir US$ 1,1 trilhão entre 2024 e 2028.

Mas a instituição associa o maior risco de refinanciamento com as dívidas de classificação mais baixa, apontando que a emissão de títulos da categoria 'CCC' em 2023 caiu para o seu nível mais baixo desde 2008.

"Apesar das condições de financiamento desafiadoras, os mutuários fizeram progressos ao reduzirem os vencimentos, diminuindo o vencimento não financeiro de grau especulativo em 44% em relação ao ano passado, ao mesmo tempo em que se afastaram dos vencimentos em 2025 e 2026", disse o analista de pesquisa da S&P Global Ratings Evan Gunter, em comunicado.

O relatório destaca que as taxas de juros mais elevadas aumentarão os custos de financiamento para os emissores.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes