Bolsas de NY fecham em leve alta, com contínua correção de techs limitando índices -

As bolsas de Nova York fecharam em alta nesta terça-feira, 6, mas sem muito ímpeto, em meio à contínua correção de ações do setor de tecnologia. Bancos regionais também estiveram entre os destaques negativos, em meio ao tombo de mais de 20% do New York Community Bancorp (NYCB).

O índice Dow Jones fechou em alta de 0,37%, a 38.521,36 pontos. O S&P 500 avançou 0,23%, a 4.954,23 pontos. O Nasdaq ganhou 0,07%, a 15.609,00 pontos.

Com a correção no setor de tecnologia, "ficou muito difícil para os índices se sustentarem no azul", escreve Louis Navellier, da gestora Navellier.

Na semana passada, cerca de 40% dos integrantes do S&P 500 publicaram resultados trimestrais, incluindo cinco empresas pertencentes aos chamados "Sete Magníficos" - gigantes de tecnologia que são "peso pesado" nos índices. Mathieu Racheter, chefe de pesquisa de estratégia de ações do Julius Baer, escreve que no longo prazo as ações devem todas seguir seu movimento de alta, mas hoje Navellier afirma que elas puxaram os índices para baixo.

Na semana passada, a Meta anunciou pagamento de seu primeiro dividendo da história, e os papéis da companhia de Mark Zuckerberg saltaram perto de 20%. Hoje, porém, os papéis da empresa recuaram 1,02%, recuando em parte dos avanços recentes. A Amazon, que também surpreendeu no balanço do quarto trimestre, hoje caiu 0,62%. Com isso, o teve o pior desempenho entre os três principais índices, e o setor de tecnologia do S&P 500 foi o que performou pior dentre os 11 setores.

Também em destaque, as ações do New York Community Bancorp (NYCB) continuaram a trajetória descendente vista desde que seu balanço expôs um prejuízo surpreendente no quarto trimestre. Hoje, o tombo foi de 22,22%. Segundo a secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, o mercado imobiliário comercial americano é uma fonte de preocupação ao sistema bancário e "muitas instituições podem estar sob estresse" em decorrência disso.

Tirando os azarões, os demais setores subiram em Nova York. Investidores monitoraram declarações de dirigentes do Fed sobre os próximos passos da política monetária. O presidente da distrital de Minneapolis, Neel Kashkari, reforçou os progressos "robustos" no combate à inflação. Já a líder da regional de Cleveland, Loretta Mester, reiterou que os juros devem ser cortados este ano.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes