Copom debateu estratégia e extensão de ciclo apropriados para cada cenário, diz ata

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, que tratou da extensão do corte de juros em ata da sua última reunião divulgada nesta terça-feira, informou que analisou vários cenários prospectivos para a economia com diferentes trajetórias nos ambientes doméstico e internacional. "Debateu-se então a estratégia e a extensão de ciclo apropriados em cada um desses cenários", trouxe o documento do encontro que reduziu a Selic de 11,75% ao ano para 11,25% ao ano.

Após os exercícios, os integrantes do Copom acabaram decidindo por manter a comunicação recente. De acordo com o documento, essa análise já embute a condicionalidade apropriada em um ambiente incerto, especificando o curso de ação caso se confirme o cenário esperado. "Com relação aos próximos passos, os membros do Comitê concordaram unanimemente com a expectativa de cortes de 0,50 ponto percentual nas próximas reuniões e avaliaram que esse é o ritmo apropriado para manter a política monetária contracionista necessária para o processo desinflacionário", argumentaram.

Esse ritmo de cortes de 0,50 ponto porcentual, de acordo com a ata, conjuga, de um lado, o firme compromisso com a reancoragem de expectativas e a dinâmica desinflacionária e, de outro, o ajuste no nível de aperto monetário em termos reais diante da dinâmica mais benigna da inflação antecipada nas projeções do cenário de referência.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes