Dados indicam queda na inflação e sustentam que EUA escapará de recessão, diz membro do Fed

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Minneapolis, Neel Kashkari, tem notado progressos "robustos" na redução da inflação dos Estados Unidos nos últimos seis meses, o que o faz acreditar que os EUA vão retornar à meta de 2% ao ano sem enfrentar uma recessão. Porém, ele destaca que ainda existem "pressões inflacionistas" que o preocupam, por isso é cedo para declarar vitória contra a alta de preços.

Em uma sessão de perguntas e respostas na cidade de Mankato, em Minneapolis, Kashkari disse que o Fed não tem debatido diferentes cenários para os resultados eleitorais deste ano, e que a preocupação do Conselho é única e exclusivamente a política monetária.

Para ele, outros assuntos, como a influência do bitcoin para a inflação ou a criação de uma CBDC americana, são assuntos secundários e que, dificilmente, vão emplacar na agenda do Fed. "Eu estou cético com CBDCs, porque não há ninguém que possa nos mostrar como essa moeda digital resolverá algum problema", afirmou, ao destacar que todo o debate sobre uma CBDC ainda é "baseado em especulações", sem grandes informações concretas.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes