Taxas de juros ficam estáveis após ata do Copom e antes de Campos Neto

Os juros futuros operam perto da estabilidade na manhã desta terça-feira, 6, enquanto investidores processam a ata do Copom, deflação do IGP-DI e Boletim Focus, antes do início da apresentação do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, em evento do BTG Pactual. Na ata, o comitê voltou a dizer que não há relação mecânica entre política monetária dos Estados Unidos e a doméstica e que a redução das expectativas de inflação requer uma atuação firme do BC.

O Boletim Focus trouxe hoje a manutenção das projeções para IPCA para 2024 e 2025 em 3,81% e 3,50%, respectivamente, acima do centro da meta, de 3,00%.

Às 9h18, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2025 ia para 9,990%, de 9,979%, e o DI para janeiro de 2027 marcava 9,905%, de 9,898% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2029 estava em 10,325%, de 10,331%. O juro da T-note de 10 anos recuava a 4,159% (ante 4,161%).

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes