É importante que EUA tenham disciplina fiscal, afirma diretora-gerente do FMI

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional, Kristalina Georgieva, afirmou que é importante que os Estados Unidos tenham disciplina fiscal, ao responder a uma pergunta sobre se o organização tem preocupações com o déficit crescente do país durante sua participação em evento do jornal The Washington Post nesta quinta-feira, 8.

Georgieva lembrou que os EUA têm o privilégio de prover dólar, a moeda de reserva global, e possuem um mercado de capitais profundo, que atrai recursos de diversos países.

A diretora-gerente do FMI afirmou que países com fundamentos sólidos que criam amortecedores resistirão melhor aos choques. Mas, neste momento, globalmente, os amortecedores estão esgotados.

Segundo ela, as autoridades fiscais têm a tarefa de criar reservas em um momento em que a luta contra a inflação significa uma diminuição das perspectivas de valor.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes