Taxas futuras de juros sobem após IPCA mais forte e com yields dos Treasuries

Os juros futuros avançam na manhã desta quinta-feira, com os mais curtos reagindo à alta de 0,42% do IPCA de janeiro. O índice desacelerou em relação à taxa de 0,56% vista em dezembro, mas ficou acima da mediana das previsões do Projeções Broadcast, de 0,35%.

Em 12 meses, a alta foi de 4,51%, também superando a mediana, de 4,43%. Os juros mais longos são pressionados pelo avanço dos retornos dos Treasuries longos, que renovavam máximas. O dólar também sobe ante o real. O mercado aguarda ainda nesta manhã o leilão do Tesouro de LTN e NTN-F (11h00).

Às 9h10, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2025 marcava 9,990%, de 9,952% no ajuste de quarta. O DI para janeiro de 2027 estava em 9,920%, de 9,838%, e o para janeiro de 2029 exibia taxa de 10,340%, de 10,272% no ajuste de quarta-feira. O juro da de 10 anos subia a 4,131% (ante 4,115%) e o do T-bond de 30 anos avançava para máxima de 4,353% (ante 4,317%).

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes